A cultura da Argélia


A Argélia foi colonizada por vários países e sua cultura é fortemente influenciada pela história do país, Ela fica na encruzilhada de três mundos, africana, árabe e mediterrânea, e a moda e culinaria argelina tem sido influenciada por sua localização única e trocas Históricas.


As principais comunidades que contribuíram para a história do país são os berberes, bizantinos, andaluzes, árabes e franceses. Como é um país que faz fronteira com o Mar mediterrâneo, a tradição e a cultura argelina trazem influencia por viajantes do inicio do mar, como a fenícia da Espanha, turcos e italianos. No entanto, a maioria dos argelinos se identificam com a cultura árabe. 

As línguas faladas na Argelia

O árabe é a língua principal na Argélia falado por mais de 81% da população; já o restante, fala a língua berbere.

O árabe falado difere substancialmente do árabe escrito, assim como em outros países; O árabe Argelino tem um sistema de vogais simplificado, e um vocabulário substancialmente alterado com muitas novas palavras e misturas com a língua berbere, turca e francesa.

 No Saara, são falados dialetos beduínos mais conservadores, chamado de árabe saariano argelino (também conhecido como árabe saariano, árabe tamanrasset, árabe tamanghasset) que é uma variedade estruturalmente distinta do árabe, falada predominantemente por cerca de 100.000 pessoas na Argélia, a maioria ao longo da fronteira marroquina com as montanhas do Atlas.

Roupas tradicionais


A Argélia é um pais muçulmano, então é comum ver a maioria das mulheres usando o hijab (vestimentas islâmicas); No entanto em ocasiões especiais ou comemorativas as argelinas costumam vestir roupas tradicionais como karakou (comum na capital argel), thakandourth n l kvayel que é uma vestimenta berbere encontrato no lest da Argélia (Bouira, Bejaia e Tizi Ouzou).  Também se encontra na moda argelina o djellaba que tem modelos tanto para homens quanto para as mulheres.

Culinaria


Dependendo da região, a cozinha argelina oferece uma variedade de pratos saborosos feitos principalmente de cereais e legumes, que são normalmente consumidos com o pão (chamado de kesra). Muito dos pratos argelinos concentra-se em pões, carnes (principalmente cordeiro e frango), azeite de oliva, legumes e ervas. Alguns desses pratos tradicionais é a chorba (uma sopa feita de carne de cordeiro, vegetais, molho de tomate e coentro), cuscuz (que é considerado o prato nascional), e shakshouka (é um prato feito com cebola, tomate, pimentão, azeite e ovos).

Uma observação é que a carne de porco é proibido para os muçulmanos na Argélia, de acordo com a sharia (lei islâmica).

chorba
shakshouka
  
kesra

cuscuz


Não podemos esquecer de mencionar os doces e sobremesas que são sem dúvida deliciosos. E entre os doces e sobremesas mais tradicionais da Argélia, então os que são passados por uma calda de açúcar ou mel, que é o Baklawa, makrout, Griwech, kalbeloustomina e outros; Além do chá verde com hortelã que é essencial no dia a dia dos argelinos, que é servido principalmente de acompanhamento dos doces e das sobremesas. 


A arte através da cerâmica

A cerâmica é uma das artes antigas, e cada civilização tem sua própria forma de fazer cerâmica, representando sua própria cultura. Os Kabyle (berbere) mantem essa tradição até hoje transformando a cerâmica em arte, com formas diferentes para todos os tipos de usos como na decoração e cozinha (copos, pratos, jarros etc.) Também são feitas na cerâmica pinturas de cores diferentes e símbolos kabyle como linhas curvas e triângulos.

 Ghoufi Canyon, Algeria (Mercado de ceramica argelina tradicional)
Mulher kabyle berber fazendo ceramica
                                                                                                                                                                    
Musica


O gênero musical argelino mais conhecido é raï, com estilo pop e musica folclórica, com cantores famosos como khaled e cheb mami. Há também o estilo shaabi que é uma preferência das gerações mais velhas com o exemplo de Dahmane El Harrachi ou melodias afinadas da música kabyle exemplificadas por Idir, Ait Menguellet ou Lounès Matoub. Já para os gostos clássicos, a musica andalusa, trazida de Al andalus e preservada em muitas cidades costeiras mais antigas.

A família e o conceito de honra

A família é a unidade mais importante na sociedade argelina e define as relações sociais; O indivíduo está sempre subordinado a família ou grupo, e a família vem acima de tudo, e isso se ver manifestado no nepotismo e na importância da honra, pois a honra e um alicerce da sociedade argelina. A honra esta entrelaçada com o bom nome de uma família e de sua reputação. 


Outros posts sobre a Argélia




Referencias





Comentários

Postagens mais visitadas

Criação de Site/Blog

Criação de Site/Blog
Curso para Empreendedores